quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Parque da Juventude

Que belo dia! fui para um parque lindo cheio de histórias e misterios. Cada canto um pedaço daquilo que um dia foi um presidio. Sentir o medo e as vibraçoes que aquelas celas minusculas passavam.  Em contrapartida deitar na grama e não fazer nada, apenas observar o céum me trouxe uma paz indiscretivel. Lá, deitada,  pude organizar meus pensamentos e relaxar. Sentir apenas a brisa leve, tirar das costas um pouco do peso que eu carregava, imaginar apenas eu, somente eu comigo mesmo. sem raiva, sem dores, ressentimentos e revolta. Somente um ser tendo uma visaõ mais ampla do mundo. Cada parte da minha vida passando lentamente como um filme na minha cabeça. Neste momento pude perceber que apesar de todos os meus erros consegui me superar e agora estou no caminho certo, pelo menos por enquanto. Olhar o céu meu trouxe além de paz,  força e dedicação para seguir em frente, e segurei o meu longo caminho com o alicerse que me torna diferente: "O SORRISO"
Por: Bruna Vieira PJU Turma da tarde

2 comentários:

  1. Parabéns Bruna pelo belo texto.
    sensível, inteligente.
    voce escreve muito bem.

    vandei
    cenpec

    ResponderExcluir